Tratar calos e bolhas nos pés

O que é as bolhas?

As bolhas geralmente se desenvolvem devido ao atrito sobre a pele. Isso pode ocorrer a partir da fricção de vestuário ou equipamento esportivo sobre a camada superficial da pele. Com o tempo, o atrito continuo pode fazer com que a camada superior da pele se separe da segunda camada.

Um sinal de alerta que uma bolha está prestes a se desenvolver é vermelhidão e calor na pele chamada de eritema (ponto quente). Em seguida, o fluido enche o espaço entre as duas camadas superiores da pele para fornecer proteção da fricção continua. Quando isso acontece, você vai ver um inchaço que se parece com uma pequena bolha sobre a pele.

A maioria das pessoas possuem bolhas nos calcanhares, solas dos pés e palmas das mãos, porque eles esfregam contra sapatos, meias ou equipamento esportivos. Este tipo de atrito, especialmente em condições úmidas e quentes, é perfeito para o desenvolvimento da bolha.

O que é os calos?

Eles são um problema frequente que pode ter várias causas, como excesso de exercício ou caminhada com calçados inapropriados. Trata-se de uma hiperceratose (espessamento da camada mais externa da pele) irritante e às vezes dolorosa que se formam sobre a pele dos pés.

Os calos nos pés se desenvolvem na parte superior e lateral dos dedos e no calcanhar. Sua parte interna pode ser mole ou dura.  A diferença é que os calos duros são mais frequentes, menores e aparecem nas áreas de pele mais firme e dura. Já os calos mais moles apresentam textura de borracha e, geralmente, surgem entre os dedos dos pés, onde a pele é mais molhada e suada.

Os locais mais frequentes para o aparecimento de calos são na planta dos pés, sob os metatarsos; na parte exterior do pé, próximo ao quinto dedo e também no calcanhar, que é onde há mais atrito com o calçado; entre o quarto e o quinto dedo.

calos e bolhas

Causas dos calos e bolhas

A pressão repetida durante um longo período ou por atrito em um pedaço de pele dos pés, é fator determinante para o surgimento de calos nos pés. Isso se dá porque a pressão provoca a morte das células da pele e a formação de uma superfície dura e protetora.

O calo não é formado por causa de um vírus e, portanto, não é contagioso. A repetição de um objeto que aplica uma pressão no pé, normalmente provoca calos. Como, por exemplo, correr com um tênis apertado.

Além da pressão dos calçados, os calos podem surgir devido às seguintes razões:

  • O uso de sapatos apertados durante um longe período ou em atividades que requerem mais condicionamento físico, como corridas;
  • Uso de calçados com saltos muito altos que apertam mais a parte da frente do pé, como scarpins;
  • Uso de sapatos mal amarrados, como botas e tênis, podem causar o deslizamento do pé e atrito contra o sapato;
  • Uso de calçados sem meia, que podem gerar atrito excessivo;
  •  O pé também pode esfregar contra uma costura solta dentro do sapato, o que contribui para o surgimento de calos;
  • As meias que não se encaixam no tamanho adequado dos pés também podem causar pressão excessiva, formando uma prega.

Fatores de risco

  • Idosos, pois tem menos tecido adiposo sob a pele, e sendo assim menor proteção quanto ao surgimento de calos e bolhas;
  •  Bursite do Hálux valgo, que se desenvolve na articulação da base do dedão e é um relevo anormal e de consistência óssea;
  • Dedo em martelo e outras deformidades do pé. O dedo em martelo ocorre quando um dedo do pé tem uma deformidade em flexão da falange distal.

Alguns sinais podem detectar a presença de calos nos pés, como: sensação de andar sobre pedras; pés inchados ao redor do calo; parte elevada e endurecida próximo aos dedos ou calcanhar; área da pele áspera e espessa; área da pele seca ou rachada, dentre outros.

Como tratar as bolhas

Se você tiver uma bolha, o objetivo é fazer com que a bolha não cresça e evitar a infecção. Os sinais de infecção incluem secreção purulenta da bolha, pele muito vermelha ou quente ao redor da bolha e estrias vermelhas saindo do local.

Bolhas ininterruptas de pequeno porte que não causam desconforto podem se curar sozinhas, porque a melhor proteção contra a infecção é a própria pele de uma bolha. No entanto, grandes bolhas dolorosas podem ser drenadas, enquanto você mantém a camada superior da pele intacta e cobre a região.

Para drenar com segurança uma bolha, em primeiro lugar limpe o machucado e a área circundante com álcool ou antibiótico, sabão e água. Em seguida, esterilize uma agulha sobre uma chama até que a ponta fique vermelha e permita que ela esfrie. Finalmente, perfure um orifício muito pequeno na extremidade da bolha e drene o fluido aplicando uma leve pressão. Uma vez drenada, coloque pomada antibiótica na bolha e cubra com um curativo e deixe curar naturalmente.

Como tratar os calos

Com muitos tipos de produtos medicamentosos para que quimicamente seja diminuída a pele morta e consequentemente sua reação, que é a calosidade. Muitos produtos estão disponíveis para serem utilizados, e todos compartilham o mesmo ingrediente ativo: ácido salicílico, o ingrediente usado nos produtos de remoção de verruga. O ácido salicílico é um queratolítico, o que significa que dissolve a proteína (queratina) que compõe a maior parte tanto do calo e da espessa camada de pele morta que muitas vezes fica ao redor.

Não tente cortar ou raspar os calos e calosidades em casa. Isto pode levar a uma infecção potencialmente perigosa dos tecidos circundantes. Esta deve ser realizada por um podólogo ou outro profissional de saúde.

Prevenção

Em muitas situações, bolhas, calos e calosidades podem ser evitados reduzindo ou eliminando as circunstâncias que conduzem a um aumento da pressão em pontos específicos sobre as mãos e os pés. Portanto, as medidas preventivas potenciais incluem o seguinte:

Sapatos confortáveis: a ideia é a de evitar ter calçados que pressionem do lado de fora do quinto dedo ou pressionando os quarto e quinto dedos em conjunto para evitar calos nestas áreas.

Outra abordagem é a almofada da área potencialmente afetada. Muitos tipos de preenchimento estão disponíveis na farmácia:

  • Almofadas para colocar entre os dedos dos pés
  • Espuma ou almofadas para colocar sobre os locais onde se formam calos
  • Almofadas de espuma com furos no centro (como donuts) que redistribuem pressão em torno do calo
  • palmilhas com amortecimento para preencher os pés e aliviar a pressão mecânica

Além disso:

  • Faça sempre uma boa massagem nos pés ao fim do dia – Isto relaxa e diminui as dores.
  • Faça alongamentos na parte posterior da perna. Este procedimento descansa a musculatura.
  • Cuide da saúde de seus pés e pernas fazendo hidratação e usando calçados confortáveis. A hidratação é boa pois evita ressecamento e prováveis rachaduras que acabam em feridas. Além disso as células hidratadas ficam mais saudáveis.
  • Se puder ande um pouco descalço. Andar descalço preserva os músculos mantendo-os ativos. Faz com que as articulações se movimentem. É bom para a saúde de seus pés.
Compartilhe a informação
Tornozelo e Pé - Brasília
Tornozelo e Pé - Brasília

Dr. Márcio R. B. Silveira, criou a Clínica Salus Ortopedia, Fisioterapia e Acupuntura em Brasília / DF, para atuar principalmente no tratamento de lesões de cartilagem, buscando sua reparação e transplante; rupturas ligamentares articulares e sua reconstrução biológica e prevenção; tratamento da artrose, com medidas medicamentosas e artroplastias; tendinites e rompimento de tendões provocadas tanto por atividades esportivas, como por alterações degenerativas; fraturas em idosos que apresentam ossos mais frágeis; e enfoque na reabilitação muscular e postural, através de protocolo exclusivo baseado na análise cinemática da marcha.

No Comments

Escreva uma Mensagem ou Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *